quinta-feira, 25 fevereiro , 2021
Últimas Notícias
Capa / Seitas / Catolicismo / 9 – O confronto: Bíblia X Catolicismo Romano

9 – O confronto: Bíblia X Catolicismo Romano

Nos primeiros séculos, a Igreja manteve as doutrinas originais lutando contra os Concílios dos Papas. São Cipriano, bispo de Cártago, anos 249-258, alertava: “Não recebo opinião diferente das Escrituras Sagradas, seja de quem for!”

São Jerônimo anos 340-420 dizia o mesmo: “Se estiver escrito recebemo-lo, se não estiver escrito não receberemos, o que eles apresentam como Tradição a palavra de Deus o vesgasta!”

Foi contrariando homens como esses que a Igreja Católica perdeu a legitimidade (Adv. Creseon, pág.40, In. Agg. Proph., Cap. 1, no. 2)

Papa Pio IX anos 1846-74 definia a aversão da Igreja contra a Bíblia com estas palavras: “A leitura da Bíblia é um veneno!” – Em 1864 confirmou sua posição dizendo: “A propagação da Bíblia é uma peste!” (Sillabus, 8-12-1864)
Eis alguns pontos do confronto Bíblia X Catolicismo:

1º – ADORAÇÃO – O primeiro mandamento prescreve: “Eu sou o Senhor teu Deus! Não farás para tí imagens de escultura nem semelhança do que há em cima no céu… não te encurvarás a elas nem a servirás”, e o apóstolo João disse que “os ídolos devem ser evitados” (Êxodo 20 e 1João 5:21)

No Catolicismo as imagens têm prioridade por serem os esteios da Igreja! No rosário há paganismo e as estatuetas católicas são formas de idolatria que contrariam os 10 mandamentos.

Cristo ensinou a verdadeira adoração com estas palavras: “DEUS É ESPÍRITO, OS VERDADEIROS ADORADORES ADORARÃO O PAI EM ESPÍRITO E VERDADE, PORQUE O PAI PROCURA TAI QUE ASSIM O ADOREM.” (João 4:23)

Adorar em espírito é usar a mente e o coração em direção a Deus, sem fitar imagens de escultura que anulam a devoção!

2º – MEDIAÇÃO – O apóstolo São Paulo lembrou que “SÓ HÁ UM MEDIADOR ENTRE DEUS E OS HOMENS, JESUS CRISTO e o apóstolo Pedro disse: DEBAIXO DO CÉU NÃO HÁ OUTRO NOME PELO QUAL DEVAMOS SER SALVOS” (2Tm 2:5; At 4:12).

A igreja no entanto fez de Maria “MEDIANEIRA” até bispos e padres se fazem de mediadores e perdoadores de pecados como se fosse possível substituir Cristo em suas atribuições!

3º – ETERNIDADE E SALVAÇÃO – O Novo Testamento em vários textos refere-se a certeza da Salvação dizendo: “Crê no Senhor Jesus Cristo e serás salvo tu e tua casa; quem crer no Filho de Deus tem a vida eterna; quem crer e for batizado será salvo…”

Dom HELDER CÂMARA no entanto, falando à Revista Veja nr. 867, surpreendeu dizendo que “Não tinha certeza da Salvação de sua alma!” – Como harmonizar o testemunho desse bispo com as afirmativas do Novo Testamento?

Se um bispo está nessa situação espiritual, que dizer do católico comum?

Alguns bispos e padres quando faleceu Dr. Tancredo Neves, proclamaram que “Os anjos levaram a alma de Tancredo para os braços de Deus!”, o que foi confortador, mas sete dias depois a Igreja deu marcha-ré, pois realizou em várias igrejas missas por Tancredo (Ora eles ensinam que a missa é para ajudar as almas daqueles que estão nas chamas do Purgatório!) – Afinal Tancredo estava nos “braços de Deus ou em tormento?”

O Catolicismo atravanca o maravilhoso Caminho da Salvação com ritos, cerimônias, penitências, cultos à imagens e finalmente joga as almas no purgatório! – Dificultam a salvação para tirar proveito!

4º – LIMBO E PURGATÓRIO são lugares intermediários para onde “vão as almas dos católicos quando morrem” – As demais igrejas cristãs desaprovam esses dogmas. – Esses lugares não existem, mas são lucrativos e a igreja não os dispensa.

Ao criar o purgatório foram hábeis, pois prescrevem que ,i>”Os mortos nesse lugar, se comunicam com os vivos através das Missas de intenção e das indulgências!”
– É aí que a igreja entra com seu “serviço!”

LIMBO é mais indecifrável, pois sendo instituído para receber as almas das crianças que morrem sem batismo, abriga também, os que por razões especiais não estão no purgatório! – Esses lugares intermediários são estranhos na Bíblia!
10 – O Vaticano e o Pedestal de Maria (I)

No escudo do Papa João Paulo II, com referência à Maria – mãe de Jesus, está gravado: “TOTUS TUUS”, ou seja TODO TEU! O Papa refere-se a ela como co-redentora.

Gradativamente papas, bispos e padres vêm destronando Deus e Cristo do coração dos católicos, substituindo-os pela devoção às imagens e pelo culto à Maria. – Confirmam as palavras do apóstolo Paulo que disse: “Honraram e serviram mais a criatura que o Criador”, ignorando outro texto bíblico que diz “Deus não reparte Sua glória com as imagens de escultura!” (Romanos 1:25 e Isaías 42:8 – ver Estado de São Paulo 25-03-1983)

Na eternidade “Não se casa nem se dá em casamento” disse Cristo, não haverá sexo, ninguém nasce porque ninguém morre! “Todos serão como anjos de Deus, a carne e o sangue não herdarão o Reino dos Céus.”

Sendo assim com que propósito o Catolicismo alimenta a idéias de Maria como mulher está no céu com prerrogativas especiais? (Mt 22:30 e 1Co 11:50).

MUITOS DOGMAS DO CATOLICISMO por serem anti-bíblicos levaram séculos para serem “assimilados” – Veja como são introduzidos gradativamente:

1º – No Concílio de Éfeso, ano 431 declararam Maria como Mãe de Deus.

Na verdade ela foi mãe do corpo físico de Jesus. Deus não tem mãe!

2º – No Concílio de Latrão, ano 469, determinaram que Maria não teve outros filhos. – O Novo Testamento, no entanto, registrou que “José não coabitou com Maria SOMENTE ATÉ nascer Jesus”. A Bíblia diz que “Maria deu a luz a seu Filho PRIMOGÊNITO”. Se foi primogênito é porque vieram outros!…

Com 12 anos Ele ausentou-se e o casal aflito o procurou. Maria disse ao menino Jesus “Eu e TEU PAI te procuramos!”- Se procuraram o filho juntos é porque conviviam! (Mt 1:25, Lucas 2:7 e 2:42-48)

Iminentes cristãos inclusive do II Século registraram que Maria teve outros filhos com José; afinal casar-se e Ter filhos não densora, o que desmerece e muito é a condição de celibatário!

3º – No Concílio de Nicéa, ano 787, instituíram o Culto à Maria (hiperdulia)

A igreja foi hábil pedindo a uma mulher, a Imperatriz Irene, que presidisse o Concílio! Com esse estratagema conseguiram sensibilizar os bispos que aprovaram a nova devoção sancionada pelo papa Adriano I.

Essa devolução é ilusória. Maria não toma conhecimento, porque inclusive os Santos não tem onipresença, nem onisciência, atributos exclusivos de Deus!

4º – O Dogma da “Imaculada Conceição” foi proclamada em 1854 pelo papa Pio IX, por conta própria e sem consultar nenhum Concílio! – Esse papa verberou as liberdades de Consciência, de Culto, da Palavra e da Imprensa!

5º – Cem anos depois, em 1950 a velha Igreja Católica escorrega de novo, deixando a cristandade perplexa! – Baseando numa lenda infantil, de 15 séculos atrás, o papa Pio XII proclama a “Assunção de Maria!”

Cogitam aumentar o peso de sua coroa proclamando- a “Rainha dos Céus, mãe de todas as graças” e outros exageros que se estivesse aqui, recusaria!

A caducidade da Igreja pode aumentar, já há entre eles quem deseje uma posição de Maria na Santíssima Trindade! – Abyssus, abyssum invocat!

A mãe de Jesus é invocada no Catolicismo como Nossa Senhora do Parto, das Dores, da Agonia, etc. Mas, a menção mais insensata e irreverente à Maria encontramos nas palavras do Padre Antônio Vieira (Vol. 10, pág 198), onde compara o “VENTRE VIRGINAL DE MARIA COM A LETRA Ó”. Essa expressão deu origem à Nossa Senhora do Ó, adorada em todo o Brasil!

Muito mais estranho é a doutrina dos jesuítas no “ÉLUCIDARIUM DE POSA”, onde descrevem Maria, concorrendo como homem e mulher para produzir o corpo de Cristo! (Secundan generalem naturae tenorem ex parte maris et ex parte feminae). – As igrejas evangélicas não são irreverentes assim com o nome da mãe do Salvador! (Ver Os Jesuítas, Ano IV, nr. 1, pág 5 , Rio de Janeiro).
11 – O Vaticano e o Pedestal de Maria (II)

Quando a imagem de Maria foi introduzida pela primeira vez nas igrejas no ano 450, o clero acalmava os cristãos explicando que a imagem servia para “CONTRABALANÇAR” com as formosas deusas pagãs que desfilavam nas procissões de Roma, inferiorizando o Cristianismo!…

Mais tarde, verificou-se que o Catolicismo incentiva a devoção à Maria para sensibilizar e atrair o sexo feminino que mobiliza famílias e pessoas para as missas e “festas dos santos e padroeiros…”

“Os Jesuítas dizem que À mulher é um grande instrumento! É a chave com a qual se entra nas famílias, com elas se consegue grandes séquitos, as festas se tornam pomposas e ajudam a igreja manejar as plebes!” (Borba Crainha, Liceu de Braga, Portugal).

Para incentivar essa devoção os Dominicanos criaram a “Salve Rainha” no ano 1221 e o jesuíta João Leunis instituiu a “Congregação Mariana” em 1563.

Em 5 de março de 1967 na Capela Sixtina, o pontífice, ignorando as Sagradas Escrituras, reafirmou a blasfêmia que desloca Jesus proclamando: “Vamos a Maria, através dela chegaremos a Jesus!” Embora sem êxito a igreja teima na posição de Maria como mediadora.

O nome da mãe de Jesus é usado na Igreja Católica para vários fins. Na cidade de Aparecida, Estado de S. Paulo, usam-no para atrair romeiros, em geral pessoas crédulas, das quais a igreja recolhe proventos, usando vários artifícios.

Clero não crê nos milagres e lendas em torno da imagem da Aparecida e previne que “A igreja de modo nenhum pretende fazer de tais relatos matéria de fé.” (Pergunte e Responderemos, pag. 71/1963).

A única razão prática daquele enorme templo em Aparecida é recolher dinheiro, enquanto o povo curte a crendice; não traz nenhum benefício espiritual, pelo contrário, rouba a adoração que os romeiros devem a Deus!

A história dessa basílica vem de 1717 quando João Alves, Domingos Garcia e Felipe Pedroso, recolheram numa rede, no Rio Paraíba, uma imagem de uns 30 centímetros e fizeram-lhe uma capela.

Por várias noites a “imagem fugia e era encontrada no morro dos coqueiros” o padre José Alves Vilela, um espertalhão que planejava tudo, dizia na missa que a “santinha desejava uma igreja em cima do morro!” mas o bispo desobedeceu a “imagem fujona” e fez o templo onde se encontra.

A “Fundação Aparecida” faz na cidade um grande negócio! Possui Hotel, 4 restaurantes, 80 lojas, uma fábrica de velas, estação de rádio, etc. Esse complexo rendia em 1980, 600 milhões de cruzeiros, ou seja, 4 vezes o orçamento do município!

Os entendidos em Catolicismo Romano dizem que “Se eles não ensinarem essa devoção ao povo simples, a Igreja vem abaixo, o clero perde o prestigío entre as mulheres e grande parte dos lucros que usufruem.

A REZA “AVE MARIA” vem do ano 1317, foi escrita e difundida pelo papa João XXII anos 1316-1334. – A palavra AVE era saudação dos romanos ao seu imperador nas arenas; quando o anjo saudou Maria disse-lhe: SALVE! Lucas 1:28.

Nessa reza João XXII misturou doutrina espírita com textos bíblicos para confundir, pois a expressão “Rogai por nós agora e na hora da nossa morte” é estranha ao Cristianismo e na Bíblia. Os cristãos jamais apelaram para os mortos, mesmo que tenham sido santos!

Essa frase foi introduzida na reza, maliciosamente, pois sugere Maria como Mediadora, contrariando as Escrituras Sagradas que dizem: “Só há um MEDIADOR entre Deus e os homens, Jesus Cristo!” (1Tm 2:5).

Cristo não ensinou rezas, ensinou orações. Rezar é repetir textos decorados, usando o rosário como instrumento de repetição. Ele disse: “Ao orar não useis de vãs repetições, pois não é por muito falar que se é ouvido” (Mt 6:7).

CRB INFORMÁTICA - Hospedagem de Sites R$ 25,00 por mês

Sobre Ministério Heresia Tô Fora!

Ministério Heresia Tô Fora!
O ministério Heresia Tô Fora, no inicio era uma coluna no jornal O Resgate, mas as dúvidas enviadas pelo e-mail foram tantas que senti a necessidade de criar um site e um centro de estudos que funciona desde 1994, nosso ministério é paraeclesiástico e interdenominacional que promove a fé cristã mediante a produção de pesquisas e informações religiosas. Nossos objetivos são informar, ensinar e equipar os cristãos sobre as verdades do cristianismo bíblico. Visa atender à igreja em suas necessidades, oferecendo uma parceria qualificada na área da Apologética Cristã.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*

CRB INFORMÁTICA - Hospedagem de Sites R$ 8.00 por mês