Igreja Católica ganha fortuna com publicações pornô na Alemanha

Notícias Plantão

A Editora comprada pela igreja é a maior publicadora de material adulto da Alemanha

Igreja Católica ganha fortuna com publicações pornô na AlemanhaWeltbild [Cosmovisão], a maior empresa de mídia da Alemanha, teve suas ações compradas na totalidade pela Igreja Católica mais de 30 anos atrás. Mas isso não os impediu de continuar publicando livros que muitos de seus fiéis considerariam ofensivo.

A empresa vende livros, DVDs, CDs de música e muitos outros produtos. Poucas pessoas sabiam dessa conexão até o início deste mês, quando o Buchreport, newsletter sobre a indústria de entretenimento alemã, informou que a empresa católica também vende material pornográfico. O assunto também está na capa deste mês revista católica PUR.

Um porta-voz da Igreja respondeu: “a Weltbild tenta impedir a distribuição de conteúdo possivelmente pornográfico.” Aparentemente os esforços de prevenção não foram bem sucedidos.

Por mais de 10 anos, um grupo de católicos indignados vem tentando mostrar para as autoridades da Igreja o que está acontecendo. Eles se dizem indignados com a hipocrisia da empresa.

Em 2008, o grupo redigiu um documento de 70 páginas detalhando a prova da venda de material questionável.

Eles garantem que todos os bispos cujas dioceses recebem parte dos lucros da Weltbild receberam esse documento. Não é uma escolha fácil, afinal, cerca de 182 milhões de euros são destinados à igreja. Cabe a pergunta: que vale mais: “o dinheiro ou a moral”?

Hoje, a empresa cuja sede fica na cidade de Augsburg, emprega 6.400 pessoas e seu volume de negócios é de 1,7 bilhão de euros anualmente.

Além disso, é a líder do mercado editorial alemão e mantém um site que é perde apenas para a Amazon daquele país. Os lucros são reinvestidos regularmente na empresa visando aumentar sua fatia no mercado, o que só é possível se a Weltbild continuar vendendo materiais que não são compatíveis com os ensinamentos da Igreja.

Os 2.500 livros eróticos em seu catálogo atual, incluindo os do selo Pantera Azul, especializado em pornografia, são apenas um exemplo. A Igreja Católica alemã possui ainda 50% da editora Droemer Knaur, que também imprime material pornográfico e livros budistas.

Traduzido e Adpatado por Gospel Prime de Welt e Pur Magazin

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *