Assembleia de Deus vai lançar operadora de celular

Notícias Plantão

Alô Serviços conseguiu autorização da agência reguladora para trabalhar como uma operadora móvel virtual.
A Anatel (Agência Nacional de Telecomunicações) publicou em 30/01/2015, no Diário Oficial da União, autorização para a empresa ‘Alô Serviços’ operar no mercado de telefonia móvel como uma MVNO (operadora móvel virtual). À Assembleia de Deus, deve operar utilizando a rede nacional da Vivo para fornecer seus serviços.

O negócio pode ser bom para a igreja Assembleia de Deus – fundada em 1911 no Brasil por norte-americanos – devido a quantidade de fiéis, que já ultrapassava 12,3 milhões de membros, segundo o censo de 2010 realizado pelo IBGE (são 18 milhões de pessoas se levados em conta simpatizantes), que podem ser convencidos a utilizar os serviços da operadora, ajudando a alavancar suas operações.
Toda a forma de operação foi desenvolvida pelo ex-presidente da Brasil Telecom (comprada pela Oi em 2010), Ricardo Knoepfelmacher. A estratégia de vendas deverá focar na camada mais pobre da população, com chips a partir de R$ 8,00, segundo o jornal Valor Econômico.
Além da Alô Serviços, outras operadoras virtuais – que usam a rede de empresas já existentes no Brasil para operar – já operam no país, e outras estão praticamente prontas para iniciar suas operações.

Fonte: Minha Operadora

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *